Coleciona

Destaques:

domingo, 22 de abril de 2018

Hot Wheels Star Trek

Hoje temos uma grande aula sobre uma das séries mais nerds de TV e do cinema com um grande amante do tema: o Maurício Nunes! Clique aqui e veja todas as postagens do Mauricio sobre a história do nosso hobby.

De 2009 a 2013 foram lançadas 4 séries de naves de “Star Trek” pela Hot Wheels. As naves vinham em caixas com visor transparente e com um pé para exposição das mesmas. Enquanto estamos nós colecionadores de miniaturas de 3 polegadas (7 cm) acostumados a ver a Enterprise da Hot Wheels em blister junto com os modelos de 3 polegadas em tamanho de 7 cm, essas séries foram de modelos intermediários com tamanho em torno de 15 cm no eixo maior.  

A primeira série de 2009 teve 5 modelos.

USS Enterprise NCC-1701 – a versão escolhida nessa série da Enterprise original, foi a do filme de cinema de 2009 e não a da série de TV. Esta é a versão conhecida no “universo Trekkie” como “nu-Trek”, a versão alternada da série original onde nos filmes mais recentes o planeta Vulcano é destruído. Esse novo “universo Trekkie” alternativo é chamado de “nu-Trek”.

USS Enterprise NCC-1701 – remodelada – essa versão escolhida é a nave dos primeiros filmes de cinema remodelada (1979). Os primeiros filmes de cinema são os que seguem o “universo Trekkie” original, o mesmo da série original de TV. Os filmes mais recentes são “nu-Trek”, mas essa nave foi a que apareceu até o terceiro filme da série original de cinema “The Search for Spock” (A procura de Spock). 

Já no quarto filme “The Voyage Home” (Jornada nas Estrelas IV: A Volta para Casa) a nave que aparece no final já é a NCC-1701-A e não mais essa abaixo.

USS Enterprise NCC-1701-D – essa nave é a original da série de TV “Star Trek Next Generation” “Star Trek Nova Geração”. Astronave da classe “Galaxy” e nau capitânia da Federação até sua destruição em 2371 no filme “Star Trek Generations” após batalha com uma Ave de Rapina Klingon renegada, comandada pelas irmãs Duras. Antes que o vazamento de fluído refrigerante levasse ao rompimento do núcleo “Warp” a nave se separou explodindo a seção base e a seção disco pousou no planeta “Veridian III” e sua tripulação foi salva pelo “USS Faragut” uma nave da classe “Oberth” e por outra nave da classe “Miranda”.

USS Reliant NCC-1864 – nave da classe “Miranda” que apareceu no segundo filme de cinema original “The Wrath of Khan” (A Ira de Khan). Essa nave foi destruída nesse mesmo filme em batalha com a NCC-1701 Enterprise. No ano de 2285, a Reliant foi designada para o Projeto Genesis da Dra. Carol Marcus. Enquanto a equipe da Dra. Marcus trabalhava na estação espacial “Regula I” a nave “Reliant” foi a procura de um planeta sem vida para a terceira fase do experimento Genesis. Nessa procura chegaram a Ceti Alpha V e a nave foi tomada pelos rebeldes exilados de “Khan Noonien Singh”.  

Klingon Bird-of-Prey – a Ave de Rapina Klingon tinha várias designações a depender do tipo de astronave, incluindo as classes: K’vort, B’rel e D12. 

A Ave de Rapina era usada pelo Império nas Força de Defesa Klingon do século 23 ao 24. Sendo uma nave muito versátil empregada em missões de ataque, patrulha, escolta, e até mesmo como cruzador de batalha. 

Ainda em 2009 houve a Comic-Con de San Diego e a Hot Wheels lançou um modelo especial de uma Enterprise (original do cinema 1979) em uma caixa transparente imitando uma doca espacial. Essa peça foi vendida na Comic-Con e depois pelo site do “Hot Wheels Collector’s Club”.


A segunda série foi lançada em 2010 com 4 modelos. Fato curioso que essa série foram de 4 modelos da série anterior, mas agora todos danificados em batalha.

USS Enterprise NCC-1701 danificada em batalha – nave atingida nas naceles e seção Disco.

USS Enterprise NCC-1701-D danificada em batalha – nave atingida na seção inferior

USS Reliant NCC-1864 danificada em batalha – nave atingida na nacele de estibordo e na superestrutura acima do Disco.

Klingon Bird-of-Prey danificada em batalha – nave atingida nas asas.

A terceira série foi lançada em 2010 com seis modelos.

USS Enterprise NCC-1701 – finalmente na terceira série foi lançada a icônica astronave que deu origem a todo o “universo Trekkie”. A Nave da série original de TV (1966) comandada pelo capitão James Tiberius Kirk. Nave da classe “Constitution”, foi construída nos estaleiros da Frota Estelar no século 23 em São Francisco, California. Uma de doze naves da classe “Constitution” construídas nesses estaleiros e comissionada em 2245 sob o comando do capitão Robert April que supervisionou sua construção e testes iniciais.

USS Enterprise NCC-1701-A danificada em batalha – essa nave substituiu a nave original destruída no filme III de cinema da série original (não nu-Trek) “The Search for Spock” (A procura de Spock). Na Enterprise A o capitão James Kirk e sua tripulação partiram para enfrentar a ameaça alienígena da “sonda baleia” que inicia o filme IV do cinema Star Trek IV: The Voyage Home (Star Trek IV: A Volta para Casa).

A Enterprise A foi severamente danificada na batalha com a Ave de Rapina Klingon rebelde do General Chang no filme Start Trek VI: The Undiscovered Country (Jornada nas Estrelas VI: A Terra Desconhecida) perto do planeta Khitomer. Ao voltar dessa missão ela estava para além de reparos e foi dada a baixa em 2293 da Frota Estelar para a Enterprise A.

USS Enterprise NX-01 – primeira nave Terrestre a alcançar velocidade “Warp” 5. A partir desse momento e dos eventos que se sucederam ao episódio da guerra com os Xindi essa primeira nave terrestre com capacidade de viagem interestelar tornou a “Terra Unida” uma legítima potência interestelar e mudou o equilíbrio de forças nos Quadrantes A e B e deu origem a "Coalizão dos Planetas" em 2155 que levou em 2161 a criação da Federação Unida dos Planetas.

USS Saratoga NCC-1867 – Também identificada como NCC 1887, a Saratoga era uma astronave da classe “Miranda” e no ano 2286 em patrulha pela Zona Neutra foi incapacitada pela sonda alienígena do filme de cinema Star Trek IV: The Voyage Home (Star Trek IV: A Volta para Casa).

Klingon Bird-of-Prey - HMS Bounty – essa Ave de Rapina Klingon foi comandada por James Kirk e sua tripulação de comando em 2285. O nome foi sugerido pelo Dr. McCoy como uma piada, em referência ao homônimo terráqueo que foi tomada infamemente por sua tripulação em um motim. Como Kirk e sua tripulação de comando tinham também se amotinado para levar a consciência/alma (katra) de Spock que residia em McCoy à Vulcano o bom doutor pintou o nome Bounty na nave Romulana. Essa foi a nave que trouxe o casal de baleias corcundas do passado da terra para responder as mensagens da sonda alienígena no episódio quatro do cinema: Star Trek IV: The Voyage Home (Star Trek IV: A Volta para Casa). Afundada na baía de São Francisco em 2286.

Romulan Narada – Nave “nu-Trek”. A Narada era uma nave de mineração Romulana e em 2387 era comandada pelo capitão Nero, seguindo-se a destruição de Romulus por uma supernova Nero levou a Narada a tentar interceptar a nave do Embaixador Spock que tentava destruir o buraco negro formado e impedi-lo de destruir outros mundos. Essa nave de mineração foi engolida pelo buraco negro e ressurgiu no ano 2233 encontrando a nave da Federação USS Kelvin onde servia o pai do capitão Kirk e a destruindo. A Narada seguiu para Vulcano e destruiu o planeta dando origem ao novo “universo Trekkie” alternativo (nu-Trek).

Ainda dentro dos modelos de 2010 foi distribuído uma caixa com os seis modelos e mais um jogo "Star Trek Scene-it":

A quarta série foi lançada em 2013 e composta de 4 modelos.

USS Kelvin NCC-0514 – nave nu-Trek. Astronave da classe Kelvin era pilotada pelo capitão Richard Robau e primeiro oficial George Kirk (pai do capitão James T. Kirk). Essa nave foi destruída em 2233 nu-Trek pela nave Romulana Narada. No universo Trekkie tradicional essa nave não foi destruída.

USS Excelsior NCC-2000 – astronave protótipo de sua classe Excelsior. Foi a primeira nave equipada com tecnologia “transwarp” (transdobra) da Federação. A Excelsior apareceu no terceiro filme de cinema original Star Trek III: The Search for Spock (Star Trek III: A Procura de Spock). A nave tentou sair em perseguição ao Capitão Kirk e sua tripulação de comando que sequestraram a Enterprise em uma última missão para salvar o Dr. McCoy que estava com a consciência/alma (katra) de Spock e levá-los a Vulcano, mas tinha sida sabotada pelo tenente comandante Scott e parou de funcionar ao tentar entrar em transdobra (transwarp).

USS Vengeance – nave nu-Trek. Nave da classe: Dreadnought operada secretamente pela facção da Seção 31 sob o comando do almirante Marcus. Nave lançada em 2259 dos estaleiros de Io, a lua de Júpiter e diferentemente de todas as outras naves da federação essa era uma nave de combate e não de exploração. A nave não possuía número de registro visível na fuselagem.

Klingon Bird of Prey – Ave de Rapina D4 “nu-Trek”. Na verdade, era uma nave de patrulha e apareceu no filme “nu-Trek” “Star Trek Into Darkness” (Além da Escuridão – Star Trek).

Após essas 4 séries a Hot Wheels acabou com seus modelos Star Trek em escala maior que 3 polegadas. Duas naves estavam previstas também para lançamento, mas ficaram somente nos protótipos e não foram lançadas comercialmente. A USS Voyager (esquerda) e a USS Defiant (direita).

Referências:
http://memory-alpha.wikia.com/wiki/USS_Enterprise_(NCC-1701)
http://lists.trekcollective.com/2016/06/hot-wheels-star-trek-starship-models.html
http://hotwheelsbr.com/Star-Trek/Star-Trek.htm
http://memory-alpha.wikia.com/wiki/USS_Enterprise_(NCC-1701-D)
http://memory-alpha.wikia.com/wiki/USS_Reliant
http://memory-alpha.wikia.com/wiki/Klingon_Bird-of-Prey
http://memory-alpha.wikia.com/wiki/USS_Enterprise_(NCC-1701)
http://memory-alpha.wikia.com/wiki/USS_Enterprise_(NCC-1701-A)
http://memory-alpha.wikia.com/wiki/Enterprise_(NX-01)
http://memory-alpha.wikia.com/wiki/Narada
http://memory-alpha.wikia.com/wiki/HMS_Bounty
http://memory-alpha.wikia.com/wiki/USS_Kelvin
http://memory-alpha.wikia.com/wiki/USS_Excelsior
http://memory-alpha.wikia.com/wiki/USS_Vengeance
http://memory-alpha.wikia.com/wiki/D4_class



sexta-feira, 20 de abril de 2018

Um novo Zamac, um Mazda com base de metal e uma novo cor pro Mini!

Nos últimos dias ficamos sabendo de algumas novidades interessantes da Hot Wheels, e você as vê por aqui hoje. 

O Custom Datsun 240Z vai ganhar uma versão zamac em breve, o '95 Mazda RX-7 apareceu com uma base de metal em fotos de pré-produção, e isso pode indicar que ele apareça em uma série premium em breve, e o Morris Mini aparece também em uma nova cor para esse ano. 

Para ver mais novidades todos os dias fique ligado aqui no T-Hunted, curta nossa página no Facebook e siga o nosso Instagram!


A série Running On Empty em outra escala!

A Greenlight já produz a série Running On Empty na escala 1:64, e recentemente apresentou alguns carros na escala 1:43. Agora chegou o momento dela nos mostrar os carros na escala 1:24, e você pode ver abaixo a lista dos três primeiros modelos que serão muito mais detalhados e com peças móveis. Veja tudo o que já postamos sobre a Greenlight neste link.


Novidades 20/04

Hoje é sexta e tem fotos oficias de alguns Hot Wheels que vão aparecer no lote "J" da linha básica de 2018:

• '16 Mercedes AMG GT3 (New Model), '69 Dodge Charger 500, Chevy Blazer 4x4, '15 Ford F-150:


• Airuption (New Model), Mad Propz: